Três pilares para fazer a sua Imobiliária crescer!

Para fazer a sua imobiliária crescer precisamos acertar no planejamento. No artigo de hoje, separamos alguns pilares que irão te ajudar a colocar os planos em ação. De forma organizada, prática e segura.

Continue acompanhando!

Tenha alguns pilares em mente

Conseguir expandir seus negócios e tornar-se uma referência de sucesso no mercado não é uma tarefa fácil.

Às vezes, apesar de tanto empenho e dedicação, parece que a imobiliária ainda não está crescendo como deveria. Mas quando temos em mente alguns pilares, isso pode facilitar o crescimento do negócio.

Trouxemos aqui três bases essenciais para uma Imobiliária crescer de forma sólida no mercado. Confira cada uma delas!

1. Propósito

Qualquer negócio precisa de uma missão clara. Hoje em dia se fala muito em mentoria, um dos principais desafios dos mentores é achar junto com seu mentorando qual o Propósito a pessoa ou empresa visam atingir através do seu trabalho. Vamos sair um pouquinho do ramo imobiliário para entender exatamente como isso funciona.

A empresa de produtos eletrônicos Apple, por exemplo, possui um propósito claro:

“Está comprometida a levar a melhor experiência de computação pessoal a estudantes, educadores, profissionais criativos e consumidores do mundo todo através de seu hardware, software e serviços de internet inovadores.”

Dessa forma, ela consegue orientar o seu planejamento estratégico focado em seus propósitos, além de motivar todas as equipes de colaboradores.

Portanto, como notamos, para uma imobiliária crescer, ela precisa de um propósito firme que dará sustentação para a elaboração de todos os seus planejamentos. 

2. Processos

Várias empresas não possuem um processo traçado, isso dificulta muito o trabalho. Precisamos deixar tudo claro.

De nada adianta ter o melhor propósito possível, sem os seus devidos processos. Eles são essenciais para garantir um padrão de serviços de alta qualidade, maior satisfação e retenção de clientes. 

Sem eles até mensurar o crescimento fica difícil, já que faltam métricas adequadas para analisá-los. 

Portanto, adote processos padronizados para todas as atividades na sua imobiliária. Isso inclui atendimento, vendas, locação, pagamento, entre outros. Saiba delegar funções para setores e pessoas específicas para realizar cada tarefa, assim fica mais fácil identificar onde existem gargalos, onde precisa fazer ajustes e eventualmente aumentar o tamanho das equipes. Existem alguns softwares para acompanhamento de tarefas, alguns que utilizamos até na Migra e indicamos:

  • Monday (www.monday.com);
  • Trello (www.trello.com);
  • Asana (www.asana.com);

3. Experiência do cliente

Um ponto extremamente importante é a experiência do cliente. “O brasileiro é um dos povos que dá mais relevância à experiência do cliente”, é o que aponta um estudo realizado pela PwC com os consumidores brasileiros.

Então, fique atento para e prepare o “ambiente” para receber bem o cliente. Hoje em dia, o “ambiente” nem sempre é físico, mas faça uma reflexão em quais são os pontos de contato com o cliente e pense em como proporcionar uma ótima experiência, desde os primeiros pontos de contato até o relacionamento de pós-venda. Isso será decisivo na hora da compra e também para que seus clientes indiquem seu trabalho futuramente.  

Como sabemos, algumas imobiliárias ainda lidam com as inúmeras burocracias que envolvem a compra ou aluguel de imóveis. Isso faz com que muitas pessoas acabem escolhendo seus lares por conta própria, ou procurem startups que “vendem” a imagem de serem menos burocráticas.

Mas não precisa ser assim. Atender a um consumidor que procura, cada vez mais, praticidade em um ramo complexo pode parecer difícil, mas algumas fintechs (startups que otimizam serviços do sistema financeiro) já conseguiram contornar a situação.

Por exemplo, os bancos, na visão dos clientes, ainda são conhecidos como empresas burocráticas e chatas de lidar. No entanto, a Nubank, dá uma aula de experiência do cliente com processos simples, fáceis de entender e diminuição de burocracias. 

Mas como podemos aplicar as bases?

Os três pilares para conseguir ver uma imobiliária crescer te ajudarão a planejar seus próximos meses com mais eficiência.

Mas é claro que você precisa aplicá-las com cuidado para ter os melhores resultados possíveis. Indicamos realizar uma análise SWOT de sua empresa. Com ela você conseguirá identificar onde estão as principais fraquezas atuais.

Logo após, considere cada uma dessas bases que foram apresentadas e como elas podem suprir essas fraquezas. Para te ajudar, podes começar fazendo uma Análise SWOT:

🔸 Forças (strenghts): forças atuais do seu negócio, fatores pelos quais ele se destaca ou que trazem satisfação ao cliente; 

🔸 Fraquezas (weaknesses): fraquezas internas que podem prejudicar sua operação ou causar desconforto para o cliente; 

🔸 Oportunidades (opportunities): oportunidades presentes no mercado, como a introdução de sistemas para imobiliária mais completos; 

🔸 Ameaças (threats): possíveis ameaças externas. Você não consegue influenciá-las, mas pode se preparar para ter um negócio mais forte quando ocorrerem.

Identificando estes pontos, você vai poder saber como utilizar suas forças em benefício do seu negócio, e como outras empresas podem “emprestar” conhecimento de coisas que vêm dando certo em seus negócios para que você possa aplicar ao seu.

Nós, da MigraSeguros, nos preocupamos em ajudar as Imobiliárias sempre, e esperamos ter inspirado você! Estamos sempre buscando conteúdos relevantes e compartilhando para ajudar você e o seu negócio a crescerem de forma sustentável e com bases sólidas para ajudar você a superar desafios e a tornar-se, cada vez mais, uma referência no Mercado Imobiliário. Vamos colocar em prática? Contem conosco!